sábado, 10 de maio de 2008

Igreja promete ao MP evitar poluição sonora

Maceió - A Igreja Evangélica Gideões de Deus firmou, nesta terça-feira (22/04), um Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta com o Ministério Público Estadual se comprometendo a só fazer uso de serviço de som em seus cultos após o licenciamento ambiental, fornecido pela Secretaria Municipal de Proteção do Meio Ambiente de Maceió (Sempma).

O termo de compromisso foi assinado pelo pastor Benedito Cândido Filho, durante audiência coordenada pelo promotor de Justiça Alberto Fonseca, da Promotoria Especializada de Defesa do Meio Ambiente.

Segundo o promotor de Justiça, o representante da Igreja Gideões de Deus foi convocado para firmar esse compromisso depois de denúncias feitas por moradores da Rua Hamilton Barros Soutinho, onde fica localizado o tempo religioso, na Jatiúca, em Maceió.

“Diante das reclamações dos vizinhos, foi instaurado um Procedimento Preparatório, que resultou nesse termo de compromisso, onde responsável pela igreja promete evitar ao máximo a poluição sonora no local, realizando suas pregações apenas com o emprego da voz”, explicou Alberto Fonseca.

A audiência foi realizada com a participação dos fiscais da Sempma Paulo Roberto Nunes e Alexandre Casado Gomes, que já estiveram na Igreja Gideões de Deus e constataram a veracidade das denúncias. Alguns moradores da Jatiúca, que assinaram o abaixo-assinado denunciando a poluição sonora, também compareceram à audiência, realizada na sede da Procuradoria Geral de Justiça.

Fonte: Alagoas 24 Horas

A COBRA E O VAGA-LUME - para refletir

Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um vaga-lume.
Ele fugia rápido com medo da feroz predadora.
Fugiu um dia e ela não desistia, dois dias e nada...
No terceiro dia, já sem forças, o vaga-lume parou e disse à cobra:

-Posso fazer três perguntas?
-Pode. Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas jà que vou te devorar mesmo.

Pergunte:

-Pertenço a sua cadeia alimentar?
-não
Lhe fiz alguma coisa?
-Não.
-Então por que você quer me comer?

-PORQUE NÃO SUPORTO VER VOCÊ BRILHAR......


autor desconhecido.

Fonte: Blog de Zenóbio Fonseca

UM “TRAÍRA” NA FARRA DO GOVERNADOR

Pr. Gomes Silva
Jornalista

O governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima, não imaginava que entre seus convidados para participarem de uma festança com direito a pagode e tudo mais estivesse um “traíra”. A figurinha -, que só Cássio e os outros que lá estavam sabem quem o é – filmou boa parte do comes-e-bebe e tacou na internet para desespero de dona Sílvia Cunha Lima, que, segundo fontes ligadas ao governo, cancelou sua agenda por uns dias.

A filmagem, feita de um celular e que fora dividido em dois vídeos, foi parar no site do Yutube. Lá aparece Cássio Cunha Lima tomando (não sabemos o que – dá para deduzir que era cerveja), batendo uma espécie de tantã e se beijando com uma loiraça (dizem que ela é de Campina e cujo nome é Jacilene Alves de Azevedo). Olha!

Se o caso de Cássio, que foi parar na internet fosse nos Estados Unidos, a coisa seria feia pra ele. Certamente a população o hostilizaria. E podia renunciar dada a pressão que seria grande.
Para Cássio, graças a Deus, o Brasil não é os Estados Unidos.

Contudo, alguém pode muito bem perguntar: o governador não pode tomar uma cervejinha, brincar com amigos? Pode sim. E deve, principalmente com a família. Só que o feio não foi tomar cerveja e bater num tantã. O problema é que só numa noite mais de 30 mil internautas viram o governador da Paraíba se beijando com uma jovem, loira, de uns 25 a 28 anos (penso eu!) e que não estava nem aí para quem estava filmando, inclusive fazendo cenas para o tal (ou a tal) que estava “traindo” a sua confiança.

Imagine a esposa e os filhos assistindo a tudo isto... Que sentimento não ficou na alma e no espírito deles?

MEU IRMÃOZINHO...
...Cássio (assim como o senhor sempre me chamava à época que eras deputado federal e prefeito de Campina Grande – tempo em que eu trabalhava na CNEC, do ex-comendador da educação no Brasil, Felipe Tiago Gomes, e posteriormente jornalista do Diário da Borborema) Não se pode confiar, hoje, em qualquer pessoa por mais íntima que lhe seja. Temos que ter muita convicção de que determinadas pessoas não sejam uma pedra de tropeço no amanhã.

E sei, governador, que dona Sílvia, mulher de fibra e de um carinho todo especial para contigo já lhe perdoou. Contudo, fica meu conselho: a Bíblia diz que, quem estiver de pé cuide para não cair.

Por isso, todo cuidado é pouco quando se não conhece o coração do ser humano.Que Deus te proteja e te dê muita graça para continuar à frente do Governo da Paraíba.
Gomes Silva é também pastor evangélico da Igreja Batista Independente

Falácias do Movimento Gay

Presidente da VINACC

O movimento gay no Brasil, juntamente com o Governo Federal, tem feito um esforço descomunal na tentativa de convencer a opinião pública brasileira de que os homossexuais estão sofrendo uma verdadeira “caça às bruxas” no país.

Dados do Congresso Nacional mostram que de 1980 a 2005 cerca de 800 mil pessoas foram assassinadas no Brasil, dentre elas cerca de 2511 eram homossexuais, conforme publicação do próprio site do Grupo Gay da Bahia:

(http://www.ggb.org.br/assassinatos2005c.html),

isto é, menos de 0,5% eram homossexuais. Isto nos mostra uma extrema contradição entre o afirmado e a realidade, pois o movimento gay declara que o número de homossexuais na população brasileira atinge o percentual de 10%, enquanto que o percentual de assassinatos atinge menos de 0,5 por cento.

O próprio assessor especial da Secretaria Especial de Direitos Humanos - SEDH, Ivair Alves Santos, evitou confirmar os números apresentados pelo antropólogo Luiz Mott acerca da perseguição aos homossexuais, “alegando que os dados sobre o assunto ainda são muito frágeis”.

Infelizmente o Governo Federal, por intermédio da Secretaria Especial de Direitos Humanos, se presta a distorcer os fatos e a se colocar a serviço do movimento homossexual no Brasil, pois não há de nenhuma forma uma “caça aos homossexuais no Brasil”. O que existe é uma escalada da violência em todos os níveis em nossa nação, que ceifa por ano cerca de 50 mil pessoas: homens, mulheres e crianças que estão sendo assassinadas. Isto sim, é um problema social.

A população em geral está pagando um preço muito alto com a violência, enquanto que, com o dinheiro de nossos impostos, o governo federal privilegia uma minoria, leia-se Movimento Gay, gastando altas somas de dinheiro na promoção da causa gay.

Que Deus nos guarde de tudo isto!

Pr. Euder Faber é coordenador geral do Encontro Para a Consciência Cristã, realizado durante o carnaval em Campina Grande na Paraíba